Domingo, 10 de Julho de 2016

FORÇA PORTUGAL

AGIR È ACREDITAR

safe_image (1).gif

 

publicado por marinheirojimmy às 11:51
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 8 de Julho de 2016

Orgulho em ser Português

Vamos fazer eles engolir o que diseram as cerca de nós esses Francesses. 

orgulho de ser Portugues.jpg

 Força Portugal,Força Seleção Portuguesa de Futebol, Força Portugal 

publicado por marinheirojimmy às 12:59
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 6 de Maio de 2016

Os primeiros dias da safra da sardinha do ano 2016

nova safra.jpg

 

Assim começou mais uma nova safra de sardinha na costa portuguesa

aqui está um bom lanço de peixe, 

boas pescas .

Jimmy o marinheiro 

publicado por marinheirojimmy às 16:28
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 10 de Abril de 2016

RECORDANDO O ARRASTÃO CLÁSSICO “INVICTA”, O ÚNICO DA PRAÇA DO PORTO

INVICTA, Alfredo A. V. Marques (1).jpg

O INVICTA demanda o porto de Leixões, afim de ratificar o calado para depois rumar a barra do Douro, 1955 / (c) Foto mar, Leixões /.

INVICTA, Leixões 1955 (1).jpg

O INVICTA fundeado algures nos pesqueiros da Terra Nova ou Gronelândia /A foto é de autoria de Alfredo Augusto Vieira, a quem solicito autorização de a mesma continuar postada no blogue, o que desde já agradeço /-

INVICTA, CPP, Olho de Boi 1985.jpg

O INVICTA no "laid up" acostado ap cais da CPP - Olho de Boi - Almada em 1985 / autor desconhecidos - passada por Nuno Bartolomeu, Almada /. 

INVICTA, Leixões 1955 (1).jpg

O INVICTA demanda o porto de Leixões, afim de ratificar o calado para depois rumar a barra do Douro, 1955 / (c) Foto mar, Leixões /.

INVICTA, Tejo, Ginjal, 1985.JPG

O INVICTA com as cores da SNAB a largar do Tejo para os pesqueiro da Terra Nova e Gronelândia em 1974 / autor desconhecidos - passada por Nuno Bartolomeu, Almada /. 

INVICTA, Alhos Vedros.jpg

O INVICTA em pleno desmantelamento junto do estaleiro de sucatas de Alhos Vedros em 1987/ autor desconhecidos - passada por Nuno Bartolomeu, Almada /. 

TIFÓN, Gronelandia 26-05-1955 (1).jpg

O TIFÓN ao afundar-se a 26/05/1955 depois de ter sido abalroado pelo INVICTA, vendo por perto o ÁLVARO MARTINS HOMEM / Foto de autor desconhecido - Arquivo Urzi Museoa, País Basco /.

NESTE NAVIO ONDE EU FOI O TIMONEIRO DE SERVIÇO POR CEIS MESES,ENTRE 1974 , na viagem por terra nova e Noruega.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Arrastão clássico lateral INVICTA, imo 5162229/ 71,3m/ 1.298tb/__nós/ 18.105 quintais/ companha: 15 tripulantes e 57 pescadores; 12/1948 entregue por T. van Duijvendijk’s Scheepswerf, Lekkerkerk, à Companhia de Pesca Transatlântica, Porto; A 07/10/1952 o INVICTA chegava a Leixões, trazendo desde Ponta Delgada 31 náufragos do n/m bacalhoeiro JOÃO COSTA, que se afundara perto dos Açores em 23/09/1952; 26/05/1955 colidiu fortemente com o arrastão Espanhol TIFÓN, 1945/71,1m/1.359tb, do armador Pesquerias Y Secadores de Bacalao de España SA, San Sebastian, no Davis, Gronelândia, afundando-se aquele. O INVICTA navegava a toda a máquina e o TIFÓN encontrava-se parado para virar. O capitão Português entrou-lhe no quarto de rota e quando se deu conta meteu-lhe a proa por todo o lado de bombordo, à altura da casa das máquinas. O TIFÓN, que ia bem carregado, afundou-se em 11 minutos. Os sobreviventes foram socorridos por arrastões Portugueses, principalmente pelo ALVARO MARTINS HOMEM. Uma hora depois de resgatada a tripulação, levantou-se mar de temporal e se o acidente se tivesse dado naquela altura, ninguém se salvava; 30/12/1961, o INVICTA foi uma das vitimas da grande cheia do rio Douro de 1961/62, o qual fortemente amarrado à margem do lugar do cais da Pedras, margem direita, não conseguiu suportar a força arrasadora da corrente, que lhe provocou o rebentamento das amarrações que o ligavam aquele cais, garrando ao sabor das águas, com os motores a trabalhar, de madrugada, todo iluminado mas sem tripulação, e saindo a barra de popa arrastando pelo fundo os ferros largados ao lançante, juntamente com outros navios, até ter sido resgatado pela sua tripulação, que seguira a bordo do arrastão costeiro MIRAGAIA, do mesmo armador, ao largo da barra, entrando de seguida em Leixões, aparentemente sem qualquer dano; 1965 INVICTA, SNAB – Sociedade Nacional dos Armadores de Bacalhau, Lisboa, contudo continuou registada na capitania do Douro; 1985 entrava em “Laid up”; 10/10/1990 fundeava junto dos estaleiros de sucata, de Baptista & Irmão SA, Alhos Vedros, Moita do Ribatejo, para desmantelamento. Fonte: Miramar Ship Index; Nuno Bartolomeu, Almada; Imprensa diária; Blogue Caxinas… de Lugar a Freguesia. Rui Amaro

OBS: Em tempos ao pesquisar na Internet acerca de um assunto, deparei num blogue, que já não me recordo da sua designação, que os arrastões MARIA DE RAMOS PASCOAL e INVICTA, depois da falência da SNAB estiveram sobre armamento ou gestão da firma Pascoal & Filhos, de Aveiro. Quanto ao primeiro ficou a pertencer à frota da Pascoal, pois existem fotos com o navio com as cores da empresa de Ílhavo, já no que diz respeito ao INVICTA não tenho encontrado nada que diga que o navio pertenceu ou esteve sob gestão daquela empresa. Será que alguém possa comentar!? ATENÇÃO: Se houver alguém que se ache com direitos sobre as imagens postadas neste blogue, deve-o comunicar de imediato. a fim da(s) mesma(s) ser(em) retirada(s), o que será uma pena, contudo rogo a sua compreensão e autorização para a continuação da(s) mesma(s) em NAVIOS Á VISTA, o que muito se agradece. ATTENTION. If there is anyone who thinks they have “copyrights” of any images/photos posted on this blog, should contact me immediately, in order I remove them, but will be sadness. However I appeal for your comprehension and authorizing the continuation of the same on NAVIOS Á VISTA, which will be very much appreciated

publicado por marinheirojimmy às 15:34
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2016

Povoa de Varzim de Outros tempos

11204972_1695134884103788_2762010593537818252_n.jp

12728888_1695134880770455_6285367537904897019_n.jp

12743523_1695134917437118_123094935023937776_n.jpg

12744277_1695134914103785_1984410906534977904_n.jp

12745937_1695134877437122_3546602360740053870_n (1

Assim era tempos do outro tempo, viver é recordar...Do novo álbum do Dr- Gustavo Graça. ontem estreado e a que chamarei "Torre do Tombo 4" extraí mais cinco postais onde aparece o Passeio Alegre e as nossas sargaceiras (de Aver-o-mar ?)mulheres valentes que desafiavam as ondas e contribuíam para o sustento do lar. A preto e branco em edições de empresas já desaparecidas

publicado por marinheirojimmy às 12:13
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 26 de Dezembro de 2015

Traineiras de Matosinhos

mar da galicia.jpg

maria da gloria.jpg

Restinga.jpg

rosina.jpg

s.come.jpg

sul.jpg

senhora de monserate.jpg

senhor de matosinhos.jpg

 

publicado por marinheirojimmy às 10:14
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 25 de Outubro de 2015

UT (Utility Vessel)

UT-Utility-Vessel-Fonte-Google-imagens.jpg

 

Embarcação ligeira e de pequeno porte usada no transporte de pessoal que trabalha a bordo das plataformas.

publicado por marinheirojimmy às 12:28
link do post | comentar | favorito
|

TS (Tug Supply Vessel)

TS-Tug-SupplyFonte-Google-imagens.jpg

 

Embarcação utilizada no suprimento e como rebocador junto às plataformas.

publicado por marinheirojimmy às 12:26
link do post | comentar | favorito
|

SV (Supply Vessel)

SV-Supply-VesselFonte-Google-imagens.jpg

 

Embarcação de apoio às plataformas de petróleo transportando suprimentos (tubos, água doce, óleo, lama, salmoura, cimento, peças, etc.). É menor que um PSV.

tags: , ,
publicado por marinheirojimmy às 12:24
link do post | comentar | favorito
|

RSV (Research Supply Vessel)

Barco de apoio à pesquisa e coleta de dados sísmicos. RSV (ROV Support Vessel)

RSV-ROV-Research-Supply-Vessel-and-ROV-Support-Ves

 

Embarcação de apoio especializada em operação de ROV – “Remote Operated Vehicle”, pequeno veículo operado do navio e que atua no fundo do mar, utilizando braços mecânicos, luzes e lentes no manuseio e montagem de equipamentos submarinos offshore

publicado por marinheirojimmy às 12:19
link do post | comentar | favorito
|

PSV (Platform Supply Vessel)

PSV-Platform-Supply-VesselFonte-Google-imagens.jpg

 

Utilizado no apoio às plataformas de petróleo, transportando material de suprimento: cimento, tubos, lama, salmoura, água doce, óleo, granéis, etc… Mede de 60 a 100 metros de comprimento e HP em torno dos 5.000. Possui impelidores laterais (BHP).

publicado por marinheirojimmy às 12:16
link do post | comentar | favorito
|

OSRV (Oil Spill Recovery Vessel)

OSRV-Oil-Spill-Recovery-VesselFonte-Google-imagens

 

Utilizado no combate a derramamentos, ele é dotado de especificações que permitem trabalhar na mancha de óleo, em atmosfera onde a evaporação do petróleo produz gás natural. Por isso é construído com sistemas elétricos blindados.

publicado por marinheirojimmy às 12:14
link do post | comentar | favorito
|

MPSV (Multipurpose Supply Vessel)

MPSV-Multipurpose-Supply-VesselFonte-Google-imagen

 

São navios polivalentes capazes de garantir uma ampla diversidade de serviços de manutenção dos campos de petróleo. Além executar as tarefas normais de abastecimento (cimento, tubos, lama, salmoura, água doce, óleo e granéis) e entrega, as suas funções incluem o reboque, manobra de âncoras, o trabalho de pesquisa e o de resgate

publicado por marinheirojimmy às 12:00
link do post | comentar | favorito
|

LH (Line Handling Vessel)

LH-Line-Handling-Vessel-Fonte-Google-imagens.jpg

 

Embarcação utilizada no manuseio de espias (cabos de amarração). Tem cerca de 35 metros de comprimento e potência em torno de 1.800 HP.

publicado por marinheirojimmy às 11:56
link do post | comentar | favorito
|

CREWBOAT

Crewboat-Fonte-Google-imagens.jpg

 

Utilizado no transporte rápido da tripulação e de outras equipes que atuam nas Plataformas.

publicado por marinheirojimmy às 11:52
link do post | comentar | favorito
|

AHTS (Anchor Handling Tug Supply Vessels)

Far-Senator-AHTS-Anchor-Handling-Tug-Supply-Fonte-

 

Os AHTS são navios de apoio marítimo offshore projetados para exercer operações de manuseio de âncoras, reboque e suprimento de plataformas, transportando uma grande variedade de cargas, desde líquidas e a granel, transportadas em tanques abaixo do convés principal, até gerais, como tubulações e peças diversas, alocadas no seu vasto convés principal.

Além destes serviços principais, eles executam atividades suplementares como o resgate de pessoas em caso de acidentes, combate à incêndio, recolhimento de óleo, entre outros, de acordo com os equipamentos presentes em cada embarcação

tags: ,
publicado por marinheirojimmy às 11:43
link do post | comentar | favorito
|

Embarcações de apoio marítimo offshore

Embarcações de apoio marítimo offshore: conheça um pouco desse universo Em um país que se destaca como uma das principais fontes de exploração offshore de petróleo, nossa Marinha Mercante atende as variadas e complexas necessidades das plataformas de petróleo instaladas em território nacional. Dessa forma, muitos de nós, mercantes e futuros mercantes, almejam trabalhar e se dedicar a essas embarcações de apoio marítimo imprescindíveis a nossa sociedade, economia e desenvolvimento.

Plataforma.jpg

 

A navegação de apoio offshore fornece o apoio logístico às unidades de exploração e produção de petróleo.

Esse apoio logístico é feito, também, pelo ar, por helicópteros, para transportar pessoas ou pequenas cargas. No entanto, é pelo mar que se concentra sua parte principal, levando às unidades de exploração e produção os insumos necessários à operação destas.

Entre os serviços prestados pelas embarcações de apoio offshore, pode-se citar os de montagem e lançamento de equipamentos e tubulações, suprimento e apoio logístico diverso, manuseio de âncoras, tubulações e cabos variados, apoio a serviços de manutenção em plataformas e estruturas submersas, combate a incêndios e outros.

De início, as embarcações de apoio offshore eram unidades relativamente simples, mas, com o passar do tempo, essas embarcações foram se tornando mais potentes e mais sofisticadas. Conseqüentemente, no âmbito econômico, o seu preço médio subiu e, atualmente, podem custar mais de US$ 100 milhões.

Segue abaixo um breve resumo dos principais tipos de embarcações de apoio marítimo offshore e suas funções:

publicado por marinheirojimmy às 11:39
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 10 de Outubro de 2015

Segurança no mar!

Elida.jpg

 

 

Pescadores. Marítimos, Pessoal do mar Este meu pensamento que magoa a minha personalidade de pescador e marinheiro, Caminhando lentamente par ao século xx1, tudo continua na mesma como foi igual ao outro tempo, Ano Apos ano acontece e ninguém é culpado, não é preciso Haver culpados mas sim acção Com mais segurança, de ambos lados, tanto de dentro como de fora, não será admissível Que se fale e nada se faça. Há muito a fazer LEIS, MUNDANÇA,PENSAMENTO, ATUAÇÃO, E MUITA REAPONSABLIDADE, PELA VIDA HUMANA. AS LEIS DEVEM SER COMPRIDAS COM RIGOR, O NÃO COMPRIMENTO DA LEI, O CULPADO DEVE SER PUNIDO. Ando de porto em porto, e vejo muitos erros de ambos lados, Muita falta de segurança E isso não se pode admitir, temos de olhar o horizonte em frente, todos no seu conjunto Não depende somente do governo, depende de todos os que trabalham no mar, ao redor da nossa costa. Nos noticiários me deparo com muita demagogia em torno dos casos, e ninguém diz que vai faz algo de concreto, Somente ouço vozes e desabafos, são anos seguidos, não é uma só vez, mas sim vezes sem conta, não podemos deixar o rio desaguar se ele estar poluído, ele vai para o mar e o queremos de volta, seguro e salvo. Muito teria a dizer mas de momento vou ficar por aqui. O meu muito obrigado. JIMMY O MARINHEIRO

publicado por marinheirojimmy às 10:13
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 8 de Outubro de 2015

Onde estão a medidas de segurança ?

naufragio 1.jpg

naufragio 2.jpg

naufragio3.jpg

naufragio4.jpg

naufragio5.jpg

naufragio6.jpg

naufragio8.jpg

naufragio9.jpg

naufragio10.jpg

naufragio11.jpg

naufragio12.jpg

 PERGUNTO A MIM MESMO E NÃO TENHO RESPOSTA PORQUÊ ACONTECEU ?

SERÁ QUE NINGUEM VAI FAZER NADA , E SO FALAMOS ! ONDE ESTÃO A LEIS DE SEGURANÇA , ?

NADA MAIS DIGO, PAZ A SUAS ALMAS , MEUS IRMÃO. OS MEUS SENTIMENTOS A FAMILA...

publicado por marinheirojimmy às 07:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 5 de Setembro de 2015

Rampa de descarga antiga das traineiras

lugar de descarga no porto de Matosinhos.jpg

 Assim era a descarga em Matosinhos nos anos 50. onde se encontra o cais do meio. 

publicado por marinheirojimmy às 19:28
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.Julho 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Contador





contador de visitas







 photo 10703768_822814667739718_7346336863707751898_n-1.jpg

height="200"
http://www.promarinha.pt
Uma Empresa de Nome e Historia
  height=  height=
Em Homenagem aos
amigos e companheiros
Marinheiros Pescadores
Das Caxinas -Vila do Conde

.posts recentes

. FORÇA PORTUGAL

. Orgulho em ser Português

. Os primeiros dias da safr...

. RECORDANDO O ARRASTÃO CLÁ...

. Povoa de Varzim de Outros...

. Traineiras de Matosinhos

. UT (Utility Vessel)

. TS (Tug Supply Vessel)

. SV (Supply Vessel)

. RSV (Research Supply Vess...

.arquivos

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009






Estou a seguir


 photo dories.jpg













eXTReMe Tracker