Segunda-feira, 9 de Outubro de 2017

Artista & Pescador

PALAVRAS PARA QUÊ. ASSIM SE VÊ AS MÃOS DE UM ARTISTA,MARINHEIRO

PARABÉN SR.https://www.facebook.com/norbertojose.coentraogavina

 

virgem dolorosa.jpg1.jpg

 

virgem dolorasa 2.jpg

virgem dolorosa 3.jpg

virgem dolorosa 4.jpg

virgem dolorosa 5.jpg

virgem dolorosa 6.jpg

virgem dolorosa 7.jpg

virgem dolorosa.jpg

 

publicado por marinheirojimmy às 13:01
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 5 de Junho de 2017

Acessórios de Moda-Nós de Marinheiro

bracelete do porto 1.jpg

  • clock
     
    Saturday, July 8 at 3 PM - 6:30 PM
     
  •  
    pin
     
    3T ArtGlass
    Maia, 4475-690 Maia, Porto, Portugal

    Neste workshop vamos aprender a executar nós de marinheiro, uma arte bem portuguesa, aplicando-os em pulseiras de braço, de pé e colares.

    A quem se dirige?
    Todas as pessoas que querem aprender a fazer nós de marinheiro, percebendo como são utilizados em mar e aplicá-los em acessórios de moda.

    Formador:
    António Vieira, marinheiro de profissão há muitos anos, domina naturalmente esta arte e com ela desenvolve peças diferenciadas.
    (jimmyomarinheiroblogsapo.pt).

    Custo:
    1 pessoa: 25€ (material incluido)

    Informações e inscrição:
    3T ArtGlass
    964154121/964076684

publicado por marinheirojimmy às 12:49
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 23 de Maio de 2017

DIA DA MARINHA, PORTUGUESA

AQui ficara lembrando o dia da nossa marinha PORTUGUESA.

HONRA SEJA FEITA.

publicado por marinheirojimmy às 12:16
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 7 de Fevereiro de 2015

Noticia, arrastando pela popa.

10959846_895686860451935_3105732084544438643_n.png

 

 

publicado por marinheirojimmy às 21:25
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 1 de Fevereiro de 2015

Cem dias no Atlântico Norte

 

cem.jpg

 


Ainda não conheço o Pepe Brix pessoalmente e já gosto dele.

Só falámos por telefone e por correio electrónico. Há alguns meses, mandou-me – a medo – um PDF com uma recolha fotográfica que tinha concluído. Não tomem isto à conta de bazófia, mas tenho pouco tempo para espreitar portfolios. Deixei o material em lume brando. Um dia, ao fim da tarde, numa daquelas raras tardes em que por momentos parece que a fornalha está suficientemente saciada de carvão, comecei a ver a reportagem fotográfica.

Madre de dios! Que imagens! Que sensibilidade! Teletransportei-me naquele instante das Avenidas Novas de Lisboa para o Atlântico Norte. Para um barco velho, de pouco mais de oitenta metros, refúgio metálico de homens bravos que não têm outra casa durante a campanha. Para as águas frias que o bacalhau prefere, como se zombasse dos homens que o perseguem.

Privilegiamos em jornalismo as histórias novas, os contextos ainda não sugeridos, as narrativas por contar. O Pepe Brix, fotógrafo açoriano de Santa Maria, mandou essa lógica às malvas. Durante três meses e meio, trabalhou numa das histórias mais antigas da relação dos portugueses com o mar: os bacalhoeiros na Terra Nova. E explorou a partir daí uma nova linguagem sobre o quotidiano a bordo, a resistência de quem se força a este extremo para ganhar a vida. Em última instância, esta é uma reportagem sobre superação de limites.

Na revista de Fevereiro, a partir de amanhã nas bancas e assinantes, publicamos a reportagem. E ainda há um vídeo. E uma exposição na rampa de lançamento. Durante algumas semanas, será como se colocássemos um holofote sobre uma pequena mancha escura que sulca ondas no Atlântico.

É esse o sortilégio do jornalismo. Encontrar narrativas que valem a pena contar e amplificá-las. Mesmo que para isso seja necessário viver cem dias no Atlântico Norte.

publicado por marinheirojimmy às 15:45
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sexta-feira, 16 de Janeiro de 2015

Tragédia nas Caxinas,Luto

pescadores de luto.jpg

Até quando vão continuar elas

Tragedias e luto!!!?

Até quando as pessoas vêem para a televisão e falam sem se aproveitar da infelicidade dos acontecimentos para sua própria fama, e façam algo de jeito, e lutem pelas vidas dos pescadores.

Notei nos comentários da televisão todo mundo fala mas ninguém de nada faz,

Triste com tudo ao meu redor das percas dos companheiros e de nada poder fazer, tento com as minhas palavras para que tente alertar alguém para a realidade da vida,

É triste ao longo de meio século tudo se encontra na mesma parece nada mudar da pura realidade, luto sobre luto sem ninguém nada fazer.

Estamos no século XXI, só não vê quem não quer ver, ou então estão de óculos de sol.

É tempo de mudança e as mãos a obra, e enfrentar a realidade dos nossos perigos que vem do nosso mar.

Está minha opinião de um marinheiro e pescador, com sua dor e sentimento, para com seus companheiros, só não se muda se não houver força ou a própria vontade de servir Portugal.

Palavras de um marinheiro

Jimmy

 

publicado por marinheirojimmy às 17:02
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 1 de Janeiro de 2015

Marinha Portuguesa

marinha portuguesa 1.jpg

marinha portuguesa.jpg

marinha portuguesa3.jpg

marinha pportuguesa 2.jpg

 

A toda marinha Portuguesa lhes desejo um grandioso feliz ano 2015

Da parte do marinheiro Jimmy   

publicado por marinheirojimmy às 09:09
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 2 de Dezembro de 2014

Vida de marinheiro

publicado por marinheirojimmy às 01:27
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 30 de Novembro de 2014

Servir Portugal

 

publicado por marinheirojimmy às 23:53
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 29 de Novembro de 2014

(MRCC Delgada),

F486 Marinha Portuguesas.jpg29 NOV 2014, 09:20

 

O skipper da embarcação, de nacionalidade francesa e 56 anos de idade, encontrava-se em estado grave devido a uma queda sofrida a bordo, apresentando um diagnóstico de eventual traumatismo crânio-encefálico e fractura do membro superior direito. O pedido de auxílio ocorreu na madrugada do dia 24 de novembro, através do MRCC Falmouth em Inglaterra, informando que o veleiro, com 3 tripulantes a bordo, requeria apoio médico para um dos tripulantes acidentados. Contactado o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODUMAR) do INEM, foi identificada a necessidade de evacuação urgente do tripulante.

 

O MRCC Delgada assumiu a coordenação da ação e empenhou a Corveta Baptista de Andrade que iniciou uma viagem de cerca de 58 horas para ir ao encontro do veleiro e proceder à evacuação do paciente. Neste período de tempo, o CODUMAR efetuou vários contactos telemédicos para aferir o estado do tripulante acidentado e aconselhar quanto à terapêutica a aplicar.

 

Na tarde do dia 26, o paciente foi transportado para a Corveta Baptista de Andrade, onde foi assistido pela equipa médica de bordo, cuja avaliação, em articulação com o CODUMAR, determinou a necessidade de prosseguir a evacuação com a máxima urgência. Assim, o MRCC Delgada solicitou a evacuação por meio aéreo ao Centro de Busca e Salvamento Aéreo das Lajes (RCC Lajes), tendo aquele Centro empenhado um Helicóptero EH-101 Merlin da Esquadra 751, proveniente da Base Aérea das Lajes (BA4), e um avião C130 da Esquadra 501 estacionado na Base Aérea do Montijo (BA6), para realizar o acompanhamento do Helicóptero, muito por força das más condições meteorológicas que se faziam sentir no local.

 

Dado que o raio de ação do helicóptero se situa nas 350 milhas náuticas (650 quilómetros), a Corveta, já com o paciente a bordo, navegou para norte durante cerca de 40 horas, com mar bastante adverso, a fim de encurtar a distância e proceder ao transbordo do doente para o meio aéreo, o que veio a acontecer na manhã de ontem, 28 de novembro. O EH-101 aterrou ainda durante a tarde no heliporto do Hospital Divino Espírito Santo, local para onde o paciente foi transferido em situação estável.

 

Nesta missão foram contabilizadas cerca de 130 horas de navegação da Corveta Baptista de Andrade e 19 horas de voo das aeronaves, tendo o helicóptero realizado oito e o avião onze.

 

As condições meteorológicas na zona de operações eram bastante adversas, com ondulação de 7 metros e ventos na ordem dos 90 quilómetros por hora

 

publicado por marinheirojimmy às 18:44
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 2 de Maio de 2014

Corrida de grande e pequenos

 

 

publicado por marinheirojimmy às 23:42
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 12 de Abril de 2014

Navios do offshore

 

 

 

publicado por marinheirojimmy às 14:52
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 15 de Janeiro de 2014

Spirit of Glacier Bay

207 Foot Cruise Ship Runs Aground in the Tarr Inlet - Alaska NO LEAKS: Passengers evacuated; vessel refloated on rising tide. Passengers aboard a cruise ship hoping to see whales and other marine mammals were left high and dry Monday after the vessel went aground in the waters of Glacier Bay National Park in Southeast Alaska. The 207-foot Spirit of Glacier Bay was stranded for about nine hours. A Coast Guard response boat managed to tow the ship on a rising tide to the middle of the bay late Monday afternoon, said Coast Guard spokesman Lt. Eric Eggen. A National Park Service vessel was transferring all the passengers and some of the crew to the nearby port of Gustavus before moving them to Juneau. Meanwhile, an evaluation of the ship's propulsion system was being performed to determine if it could get to marine facilities at Auke Bay near Juneau under its own power or would need assistance, Eggen said. The cruise ship with 24 passengers and 27 crew members was traveling just over 1 mph when it ran aground at 7:12 a.m., said Jerrol Golden, spokeswoman for Cruise West Enterprises, a Seattle-based company that owns the ship, which is home-ported in Juneau. Golden said the ship was moving slowly when the mishap occurred on a three-night cruise of Glacier Bay. It occurred in Tarr Inlet an offshoot of Glacier Bay inside the national park. "It was barely a bump, essentially," she said. The Coast Guard said the hull of the ship was not compromised and no injuries were reported. There also was no indication that the ship was leaking any fuel. A boom to contain any fuel that might spill was deployed around the vessel as a precaution. The cause of the grounding was not immediately apparent, Golden said. "It is one of those crazy things. It is under investigation," she said. Eggen said it is unclear whether the grounding was caused by human error or a mechanical or electronic malfunction. Golden said Cruise West was trying to get passengers to the Juneau airport. "The ship is stable. It is expected to float on its own on the rising tide," she said. When the grounding occurred, the Coast Guard in Juneau responded by sending aircraft and ships to the scene. Skies were clear, and seas were calm. The Coast Guard sent two MH-60 Jayhawk helicopters from Sitka to the cruise ship as well as the response boat. One of the helicopters returned while the other remained at the scene. Coast Guard Petty Officer Levi Read said a Coast Guard investigator and inspector also were flown to the ship by float plane. It was their job to begin a preliminary investigation into how the ship grounded and whether the Spirit of Glacier Bay is seaworthy, Read said. "It will take more than a casual look," Read said. The ship was built in 1984. It was formerly known as the Spirit of Nantucket and was based on the East Coast. It underwent minor refurbishing and was renamed and repositioned to Alaska this year, where twice a week it runs cruises of Glacier Bay National Park, a 3.3 million-acre marine park known for its spectacular glaciers and marine mammals, including humpback whales and Steller sea lions. Golden said passengers would be compensated for the inconvenience. Cruise West said it would refund half the price of the cruise in cash and half in credit for a future cruise. Three-night cruises aboard the Spirit of Glacier Bay range in price from $1,799 to $2,499. Read more at http://www.liveleak.com/view?i=7fd_1215552566#ByAWy41khc8cZxgT.99

publicado por marinheirojimmy às 20:00
link do post | comentar | favorito
|

US Coast Guard

publicado por marinheirojimmy às 19:51
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 17 de Setembro de 2013

Servir Portugal no Mar

publicado por marinheirojimmy às 23:20
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 12 de Março de 2013

Sobrevivente de naufrágio recebido com emoção na Terceira

Um dos quatro tripulantes do barco "Gracilaria", que naufragou ao largo  de São Jorge, nos Açores, chegou esta noite são e salvo a casa. Os outros três  pescadores continuam desaparecidos. As buscas serão retomadas esta  terça-feira.

 

 

Paulo Jorge Silveira chegou ao início da noite ao porto de São  Mateus da Calheta, na Terceira, e foi recebido com comoção pelos familiares,  amigos e gentes da terra que o aguardavam ansiosamente depois do infortúnio que  se abateu sobre o "Gracilaria", que deixou três pescadores desaparecidos.

Proveniente desta ilha dos Açores, o barco afundou-se no   domingo à noite com quatro tripulantes a bordo. Apenas um seria  encontrado esta  tarde,  com vida e  consciente, junto de destroços.

"Um sobrevivente foi resgatado às 12h30 (13h30 em Lisboa) pela  embarcação de pesca "Prancha", que emitiu o alerta às 12h09, relatou ao Expresso  o Tenente Carlos Oliveira do Centro Coordenador de Busca e Salvamento Marítimo  (MRCC) de Ponta Delgada, em São Miguel.

O naufrágio ocorreu a cerca de três milhas do farol de São  Jorge, adiantou, por sua vez, o Tenente Martins, adjunto do capitão do porto da  Horta.

As buscas pelos outros três tripulantes ficaram suspensas ao  anoitecer, já passavam das 19h locais, devido à reduzida visibilidade, de acordo  com o MRCC Delgada. À mesma hora, Paulo Jorge Silveira pisava finalmente terra  firme e seguiria para o hospital, depois de ter sido transportado pelo barco  "Prancha", que o salvou e esteve também envolvido nas operações.

Além desta embarcação de pesca, foram mobilizados para o local  um helicóptero EH101, um avião da força aérea C295, uma lancha do  Instituto de  Socorros a Náufragos e uma corveta da Marinha.

O Expresso apurou que entre os desaparecidos encontra-se o  proprietário do "Gracilaria", residente também em São Mateus da Calheta.

A Junta de Freguesia referiu ao Expresso que acompanha com  "grande consternação" a situação, esperando que "não se façam juízos de valor,  pois as pessoas não vão para o mar de ânimo leve".

As autoridades preveem retomar as buscas a partir das 6h desta  terça-feira.

Ler mais: http://expresso.sapo.pt/sobrevivente-de-naufragio-recebido-com-emocao-na-terceira=f792796#ixzz2NIceacj9

 

publicado por marinheirojimmy às 04:53
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 24 de Maio de 2010

Arte de Marinheiro-7

publicado por marinheirojimmy às 19:48
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 17 de Maio de 2010

Arte-de-Marinheiro-6

Esta

Cruz

Representa

A cruz da vida

Adoro este trabalho

 

Jimmy o Marinheiro

publicado por marinheirojimmy às 23:30
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Arte de Marinheiro-3

Aqui está um trabalho que muito prazer me deu, maravilhosa sala de estar, como uma sala de um bar, a pedido do proprietário, que adora o mar.

Jimmy o Marinheiro

publicado por marinheirojimmy às 11:10
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 16 de Maio de 2010

Arte de Marinheiro-1

publicado por marinheirojimmy às 22:58
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Contador





contador de visitas







 photo 10703768_822814667739718_7346336863707751898_n-1.jpg

height="200"
http://www.promarinha.pt
Uma Empresa de Nome e Historia
  height=  height=
Em Homenagem aos
amigos e companheiros
Marinheiros Pescadores
Das Caxinas -Vila do Conde

.posts recentes

. Artista & Pescador

. Acessórios de Moda-Nós de...

. DIA DA MARINHA, PORTUGUES...

. Noticia, arrastando pela ...

. Cem dias no Atlântico Nor...

. Tragédia nas Caxinas,Luto

. Marinha Portuguesa

. Vida de marinheiro

. Servir Portugal

. (MRCC Delgada),

.arquivos

. Outubro 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Janeiro 2017

. Outubro 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009






Estou a seguir


 photo dories.jpg













eXTReMe Tracker