Domingo, 8 de Fevereiro de 2015

"Milu Vieira" - Panamá Grupo Silva Vieira

Milu Vieira.jpg

 

MILU VIEIRA   na sua faina de arrasto em pesca .  

 

publicado por marinheirojimmy às 17:18
link do post | comentar | favorito

Bênção dos Navios Bacalhoeiros , Tejo

benção dos bacalhoeiros.jpg

 

a Bênção antes da partida dos navios bacalhoeiros perto do forte S.João-TEJO- Lisboa  

publicado por marinheirojimmy às 16:15
link do post | comentar | favorito
Sábado, 7 de Fevereiro de 2015

Senhora das Candeias

10968547_895965517090736_6014400106465908996_n.jpg

um de muitos arrastões do arrasto da pesca do bacalhau.

publicado por marinheirojimmy às 21:30
link do post | comentar | favorito

Noticia, arrastando pela popa.

10959846_895686860451935_3105732084544438643_n.png

 

 

publicado por marinheirojimmy às 21:25
link do post | comentar | favorito

GIL ANES

GIL EANES.jpg

 Navio Hospital de Portugal , quando dava apoio aos pescadores bacalhoeiros 

e não so ,era tambem o tribunal, a prisão, um pouco de tudo com muitas historias que ficaram por contar.

publicado por marinheirojimmy às 19:36
link do post | comentar | favorito
Domingo, 1 de Fevereiro de 2015

Pescador português desaparecido em Inglaterra

 

Um pescador português, natural da Póvoa de Varzim, está entre os desaparecidos de um barco pesqueiro belga que naufragou na quarta-feira em Inglaterra, ao largo da cidade de Dover.

A confirmação foi dada pelo presidente da Câmara Municipal poveira, Aires Pereira, que manifestou solidariedade com a família, garantindo o apoio da autarquia no que a mesma precisar.

"É sempre uma situação muito desagradável para a comunidade piscatória poveira, mas é o preço que temos por sermos uma comunidade piscatória", referiu o autarca.

"Esta é sempre uma actividade de risco. Esperemos que a situação corra da melhor forma e que dentro de mais umas horas se consiga ter alguma certeza".

Desde quarta-feira à noite que não se sabe onde está arrastão que tinha a bordo quatro tripulantes, um português, dois holandeses e um belga.

A embarcação, de 40 metros de comprimento, está registada na Bélgica e dedicava-se à pesca do linguado.

Embarcações de socorro, de autoridades inglesas e francesas estão no mar a tentar encontrar a embarcação, mas para já apenas apareceu uma balsa vazia e destroços do barco.

publicado por marinheirojimmy às 22:54
link do post | comentar | favorito

SERNACHE

SERNACHE.jpg

ASSIM COMO ESTE TAMBEM , RECODAR SERÁ VIVER 

NA PESCA DO BACALHAU , TERRA NOVA 

publicado por marinheirojimmy às 16:15
link do post | comentar | favorito

S.GABRIEL

S.GABRIEL.jpg

 AQUI está   um navio e muitas historias, e muitas vidas

passadas dentro dele, eu como muitos mais teremos elas dentro do nosso pensamento, das longas viagens que demos .  

publicado por marinheirojimmy às 16:11
link do post | comentar | favorito

Cem dias no Atlântico Norte

 

cem.jpg

 


Ainda não conheço o Pepe Brix pessoalmente e já gosto dele.

Só falámos por telefone e por correio electrónico. Há alguns meses, mandou-me – a medo – um PDF com uma recolha fotográfica que tinha concluído. Não tomem isto à conta de bazófia, mas tenho pouco tempo para espreitar portfolios. Deixei o material em lume brando. Um dia, ao fim da tarde, numa daquelas raras tardes em que por momentos parece que a fornalha está suficientemente saciada de carvão, comecei a ver a reportagem fotográfica.

Madre de dios! Que imagens! Que sensibilidade! Teletransportei-me naquele instante das Avenidas Novas de Lisboa para o Atlântico Norte. Para um barco velho, de pouco mais de oitenta metros, refúgio metálico de homens bravos que não têm outra casa durante a campanha. Para as águas frias que o bacalhau prefere, como se zombasse dos homens que o perseguem.

Privilegiamos em jornalismo as histórias novas, os contextos ainda não sugeridos, as narrativas por contar. O Pepe Brix, fotógrafo açoriano de Santa Maria, mandou essa lógica às malvas. Durante três meses e meio, trabalhou numa das histórias mais antigas da relação dos portugueses com o mar: os bacalhoeiros na Terra Nova. E explorou a partir daí uma nova linguagem sobre o quotidiano a bordo, a resistência de quem se força a este extremo para ganhar a vida. Em última instância, esta é uma reportagem sobre superação de limites.

Na revista de Fevereiro, a partir de amanhã nas bancas e assinantes, publicamos a reportagem. E ainda há um vídeo. E uma exposição na rampa de lançamento. Durante algumas semanas, será como se colocássemos um holofote sobre uma pequena mancha escura que sulca ondas no Atlântico.

É esse o sortilégio do jornalismo. Encontrar narrativas que valem a pena contar e amplificá-las. Mesmo que para isso seja necessário viver cem dias no Atlântico Norte.

publicado por marinheirojimmy às 15:45
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

.mais sobre mim

.Arte de Marinheiro







.Maio 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Quadros em alto relevo do...

. porta-chaves de arte de m...

. Arte de marinheiro em alt...

. Artista & Pescador

. Acessórios de Moda-Nós de...

. Assim se faz no mar do No...

. Pescadores precisam-se.

. Oferta de Emprego para Ma...

. Sailing in the seas of In...

. DIA DA MARINHA, PORTUGUES...

.arquivos

. Maio 2018

. Abril 2018

. Outubro 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Janeiro 2017

. Outubro 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009