Sábado, 7 de Fevereiro de 2015

Noticia, arrastando pela popa.

10959846_895686860451935_3105732084544438643_n.png

 

 

publicado por marinheirojimmy às 21:25
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2014

Os Dez Maiores Temporais em Navios Incrível

 

publicado por marinheirojimmy às 13:12
link do post | comentar | favorito (1)
Sábado, 29 de Novembro de 2014

(MRCC Delgada),

F486 Marinha Portuguesas.jpg29 NOV 2014, 09:20

 

O skipper da embarcação, de nacionalidade francesa e 56 anos de idade, encontrava-se em estado grave devido a uma queda sofrida a bordo, apresentando um diagnóstico de eventual traumatismo crânio-encefálico e fractura do membro superior direito. O pedido de auxílio ocorreu na madrugada do dia 24 de novembro, através do MRCC Falmouth em Inglaterra, informando que o veleiro, com 3 tripulantes a bordo, requeria apoio médico para um dos tripulantes acidentados. Contactado o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODUMAR) do INEM, foi identificada a necessidade de evacuação urgente do tripulante.

 

O MRCC Delgada assumiu a coordenação da ação e empenhou a Corveta Baptista de Andrade que iniciou uma viagem de cerca de 58 horas para ir ao encontro do veleiro e proceder à evacuação do paciente. Neste período de tempo, o CODUMAR efetuou vários contactos telemédicos para aferir o estado do tripulante acidentado e aconselhar quanto à terapêutica a aplicar.

 

Na tarde do dia 26, o paciente foi transportado para a Corveta Baptista de Andrade, onde foi assistido pela equipa médica de bordo, cuja avaliação, em articulação com o CODUMAR, determinou a necessidade de prosseguir a evacuação com a máxima urgência. Assim, o MRCC Delgada solicitou a evacuação por meio aéreo ao Centro de Busca e Salvamento Aéreo das Lajes (RCC Lajes), tendo aquele Centro empenhado um Helicóptero EH-101 Merlin da Esquadra 751, proveniente da Base Aérea das Lajes (BA4), e um avião C130 da Esquadra 501 estacionado na Base Aérea do Montijo (BA6), para realizar o acompanhamento do Helicóptero, muito por força das más condições meteorológicas que se faziam sentir no local.

 

Dado que o raio de ação do helicóptero se situa nas 350 milhas náuticas (650 quilómetros), a Corveta, já com o paciente a bordo, navegou para norte durante cerca de 40 horas, com mar bastante adverso, a fim de encurtar a distância e proceder ao transbordo do doente para o meio aéreo, o que veio a acontecer na manhã de ontem, 28 de novembro. O EH-101 aterrou ainda durante a tarde no heliporto do Hospital Divino Espírito Santo, local para onde o paciente foi transferido em situação estável.

 

Nesta missão foram contabilizadas cerca de 130 horas de navegação da Corveta Baptista de Andrade e 19 horas de voo das aeronaves, tendo o helicóptero realizado oito e o avião onze.

 

As condições meteorológicas na zona de operações eram bastante adversas, com ondulação de 7 metros e ventos na ordem dos 90 quilómetros por hora

 

publicado por marinheirojimmy às 18:44
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 30 de Novembro de 2012

Mar Salgado

 

 

 

 

Mar salgado

Perto de ti nasci e contigo cresci

Desde pequeno que contigo estou

Um homem de mim fez

Nas tuas águas puras e cristalinas

Ensinaste um homem com coração

Amar e repartir amor com devoção

A ti me entreguei nesta minha navegação

Enquanto navego em minha vida medito

Tenho sonhando e chorado sofrido e contemplado

Assim como tenho tomado o sabor do teu fel misturado do teu sal

Quando te zangas com tuas razões

Parecemos dois leões

Que conhecem suas posições das batalhas dos ventos

Tu guerreias por um lado e eu tento vencer por outro

Nesta minha labuta da vida, pela liberdade querida

Que me é muito querida com as honras desta nossa vida

Mas na hora da verdade fazes muita dor

Meu irmão e meu libertador

Tanto tiras, como me das muita dor

Nesta luta selvagem da nossa passagem da vida

Que nos é tão querida

Tu que nos acalmas com tua nevoa e neblina

Como uma ave de rapina

Nos fazes ter mais atenção e até se ouve o bater do coração

Nas procuras dos pontos estratégicos da navegação

Para encontrar o bem dito porto da razão

Ho mas sem ti e nada teria, sem sentir o sofrimento

Nada servia para uma vida de navegador

Tu que fizeste me mim um pai e um grande senhor

Tu que batizaste meu nome Marinheiro

Navegador para navegar o mundo inteiro

Entre padres e doutores, engenheiros e compradores

Tu que nos sustentas, com teus recheios das tuas águas

Há séculos que assim são inumeráveis

Que com as tuas ondas selvagens ceifas vidas

De pessoas que te são tão queridas

E nunca são devolvidas, e lhes dás o interno descanso em teu leito

Esses eternos lutadores, heróis desse teu mundo

Dessas lutas e combates do dia-a-dia de sua labuta

Na partilha do pão que deixavam para traz a sua verdadeira razão

O amor, fome, lar, e todo bem e assim como mal

E a ti se lançavam sem maldade, mas sim com ansiedade

De uma própria batalha da sobreviver da vida de sua família querida

Assim é e assim será minha batalha querida e amiga contigo mar querido

Assim serás a razão do meu navegar, com muito amor para te entregar

Te envio um abraço deste teu amigo e irmão de todo coração

Obrigado amigão sem ti nada seria em minha vida…

 

Autor-Jimmy o Marinheiro

 

publicado por marinheirojimmy às 02:05
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 30 de Abril de 2012

Vida do mar do norte

publicado por marinheirojimmy às 14:50
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 19 de Março de 2012

Maria Zulmira

Maria Zulmira
publicado por marinheirojimmy às 00:07
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 20 de Janeiro de 2012

Ajudado Por Deus

sardinheiro das caxinas

Vila do Conde

portugal

publicado por marinheirojimmy às 22:37
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 30 de Novembro de 2011

Vota Abaixo

publicado por marinheirojimmy às 20:37
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Novembro de 2011

Tripulante do navio Adelia Maria

 

 

 

Hoje lhe deixo aqui este herói do nosso tempo, de nome

MANUEL FRANCISCO TROCADO

Residente nas CAXINAS-VILA DO CONDE

Hoje reformado de uma longa vida no mar, homem pela sua coragem lutador e amigo do seu amigo, sempre pronto a ajudar o seu companheiro, uma das melhores ( linhas do tempo da pesca, do bacalhau) quer dizer muito bom pescador.  

19 VIAGENS DE CEIS A OITO MESES A BORDO DO NAVIO BACALHOEIRO ADELIA MARIA QUE NESTE MOMENTO SE ENCONTRA COM 82 ANOS, GRANDE PESCADOR BACALHOEIRO, HOMEM QUE AINDA TEM MUITAS HISTORIAS PARA CONTAR, É SEMPRE MUITO AGRADAVEL CONVERÇAR COM ESTES HEROIS SEM FAMA.

Imaginem vocês 19 viagens as terras de newfondland, de grande banks, como se esqueceram destes heróis, porque o são vendo um pouco de sua memoria tem todo o seu valor.

Aqui ficam as minhas palavras e poucas mas com sentimento por quem lutou com muito sofrimento.

O meu muito obrigado ao SR Manuel Francisco Trocado

 

publicado por marinheirojimmy às 18:39
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 24 de Novembro de 2011

Stimar Cruises-FAIRSEA

 

 

Marinheiros em manobra,para voltar par ao mar

a bordo do navio FAIRSEA.

LOS ANGLES
USA

publicado por marinheirojimmy às 00:33
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 13 de Outubro de 2011

Com vista para o mar

 

 

 

Com vista para o mar

Foi minha despedida

Meus olhos molhados

Neles tu navegavas

Entre o pensamento

 E a solidão

Perdido na imensidão

Do oceano percorrido

Navegava eu com sentido

Dos meus sentimentos

Enfadados na tristeza

Do amor

Sim ai estava o enredo

Da solidão

Do mar percorrido

Deixava de ser colorido

Sem sabor e sem colorido

Ao sabor do vento

E do pensamento

Navegava solitariamente

Mas porque me tinha despedido

Na minha partida

Quando ao teu lado podia estar

Porque fugia

Em vez de te amar

E em voz alta gritar

Não quero partir

Mas sim, ao teu lado estar

Porque o meu amor

É grande e quero continuar

Amar...

 

 

publicado por marinheirojimmy às 23:23
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 3 de Outubro de 2011

Barquedo

isto era nos fins de semana quando os barcos encalhavam para esfregar os cascos

nas areias da Povoa de Varzim

Jimmy o Marinheiro

 

publicado por marinheirojimmy às 12:38
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 28 de Setembro de 2011

Pai Eterno

Sardinheiro

Pai Eterno

 

de volta ao porto de abrigo

Jimmy o Marinheiro

publicado por marinheirojimmy às 11:52
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 13 de Junho de 2011

Mar de outros tempos

 

assim se brincava quando era-mos miudos,sem brinquedos.

 

uma replica dos barcos antigos, das caxinas-e-vila do Conde&Povoa de Varzim

 

aqui se contra esta foto do sr.Neca Amorim do porto da Povoa de Varzim quando

as motoras encalhavam na areia, fim de semana.

no fim de semana, e no verão. 

publicado por marinheirojimmy às 19:32
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 1 de Junho de 2011

Depois da venda da Sardinha

 

Chegada do mar

 

Rever a rede de pesca, se há rasgos, ou seja buracos, para que quando se largem as redes

o peixe não fuja, por esse mesmo buraco.

 

depois da venda do peixe, na hora de pegar na bolsa e rumar a casa para descanso

 

Quase tudo pronto para voltar a casa.

 

Assim é a vida, depois da faina e descarga, as gaivotas limpam o resto do peixe

que fica no cais, e ao mesmo tempo sujam.

 

espero que tenha gostado deste capitulo do mar da sardinha.

 

Jimmy o Marinheiro 

publicado por marinheirojimmy às 13:33
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 27 de Maio de 2011

Pôr-do-sol

 

assim a ver o mar.

 

 

entre a terra e o mar

 

gozando o por de sol.

 

contemplando o por do sol

 

desejo-vos a todos um feliz fim de semana.

com um doce beijinho.

Jimmy o Marinheiro

publicado por marinheirojimmy às 19:29
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 28 de Março de 2011

Mar do Norte,Norte Sea

aqui fica mais uma linda foto desta plataforma do mar do norte.

 

espero que gostem desta vista do mar aberto.

Jimmy o marinheiro

publicado por marinheirojimmy às 14:36
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 15 de Fevereiro de 2011

Barco naufragado

Barco naufragado
publicado por marinheirojimmy às 23:29
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 2 de Fevereiro de 2011

Titulo de um pescador bacalhoeiro,entre terra nova e Noruega,navio motor INVICTA

foi neste Navio bacalhoeiro de arrasto que fez uma viagem de oito meses. Título de um pescador o navio de arrasto que eu me refiro era idêntico a este e da mesma empresa,SNAB com o nome INVICTA. Tinha acabado de naufragar no navio pesca do bacalhau, Rio Antuã na minha primeira viagem ao grande banco, da terra nova, Tinha eu entre 19e20 anos! Ou era pesca nos grandes bancos ou tropa, e não sendo eu que escolhi o rumo da minha vida, era esse o meu destino. Então embarquei no navio chamado Invicta da empresa dos armadores bacalhoeiros, S.N.A.B. penso que era uma empresa que pertencia ao estado não tenho bem a certeza se realmente era. Numa viagem que demorou oito meses, esta era a minha segunda viagem, mas em tipo de pesca diferente porque esta era de arrasto, embarquei de pescador, e fez toda viagem de timoneiro, eram doze horas por dia agarrando a roda do leme, onde nas primeiras semanas os meus pés incharam, eram como uma pipa cheia de vinho, inchados, por motivo de estar doze horas de pé, foram horas de angustia, cada hora era um pesadelo, dava para tudo que era imaginação, Então depois com o tempo brincava com a roda do leme, sabia todos segredos que ela tinha, era uma cadeira, era minha tábua de ginástica, meu companheiro das minhas saudades, que secava minhas lágrimas, minha tábua de lamentações, era ele que me ouvia, e tábua dos meus sonhos, mas que lindos se transformavam, havia de tudo um pouco, nos momentos da solidão que não se tinha noticias nem rádio, e quando se tinham, já essa dita carta tinha sido escrita a dois meses, mas mesmo assim eram bem saborosas. Voltando a pesca começamos pela terra nova no ano 1974 no vinte e cinco de Abril, me lembro muito bem quando chegamos a Portugal havia mudanças, com a revolução dos cravos. Pescamos quatro meses e fomos acabar a viagem para norte da Noruega, fomos acabar de carregar o navio lá. Atravessamos o atlântico oceano para fazer mais quatro meses.foi a carga total do navio 14 mil quintais de peixe salgado e escalado. nessa viagem deixamos o nosso cão perferido da tripulação em Noruéga, como nós diziamos que tinha encontrado uma noruéguesa linda e lá ficou, quando tinhamos dado por ela já era tarde para dar volta ao barco ou seja ao navio, Quando lá chegamos nunca mais parou de se trabalhar, era todos os quartos fora e dentro 18 horas a trabalhar e seis a descansar, no de muito tempo os corpos começam a ceder com o cansaço, me lembro de um companheiro cortar a mão de propósito para tentar sua sorte para ficar na cama, mas foi em vão a sua tentativa. Então o comandante mudou-me para o convés e ele para o leme, porque assim ele bem ou mal podia fazer leme com uma mão, e como era muito peixe, nos (quetes) lugar onde o peixe ficava para ser limpo, e escalado como se tratava do nosso querido bacalhau, Mais uma tortura para mim, passo a explicar, como eu não estava habituado a esforços era somente leme que eu tinha vindo a fazer ao longo de cinco meses, e de repente teve que ir trabalhar no peixe, o corpo cedeu, o caso complicou-se quando me abriram os pulsos com o esforço do garfo, que nós lhe chamamos a forquilha, mas com o tempo tudo veio ao normal, Me lembro muito bem que o fundo do Quete, nunca era limpo porque assim que as redes iam a água o barco era cheio de peixe, era peixe por quanto era barco, nunca tinha visto assim tanto bacalhau, foi carregar o navio até ao topo. Foram oito meses de pesca, entre entrada e saída de Lisboa e entrada, para ganhar 15 mil escudos. Era mesmo uma miséria e uma escravidão, aqui fica uma viagem mencionada, por um jovem pescador da época, Em homenagem a todos pescadores bacalhoeiros da época um grande abraço. Autor-Jimmy o Marinheiro
publicado por marinheirojimmy às 19:48
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 7 de Abril de 2010

Novos modelos de barcos

 

 

 

 

publicado por marinheirojimmy às 19:21
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.Arte de Marinheiro







.Maio 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Contador de visitas

page visitor counter
who is online counter blog counter

.posts recentes

. Noticia, arrastando pela ...

. Os Dez Maiores Temporais ...

. (MRCC Delgada),

. Mar Salgado

. Vida do mar do norte

. Maria Zulmira

. Ajudado Por Deus

. Vota Abaixo

. Tripulante do navio Adeli...

. Stimar Cruises-FAIRSEA

.arquivos

. Maio 2018

. Abril 2018

. Outubro 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Janeiro 2017

. Outubro 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

.Contador