Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2014

Despedida

Em homenagem aos pescadores e Marinheiros

DSCF6181.JPG

Aqui mais uma amiga envia um poema

Em homenagem aos pescadores

De Portugal

Loveright

despedida

Estica a tua mão,

em direcção á minha,

e, sente a solidão de minha inexistência.

Só a oração adoçará o exílio,

deste irmão a recordar,

 neste mar de aflição.

Só a oração acalmará,

o mar enfurecido,

que arrebata para si,

cada sopro de vida.

Estica a tua mão,

e vê um mar de gente,

que nunca viu o mar,

e naufragou nele,

sem o poder da oração.

Caminhamos todos na solidão,

das trevas submergem os delírios,

e num desabafo de alma,

pedimos auxilio.

Estica tua mão,

lança uma prece,

por cada irmão,

que naufraga na solidão.

 

            LoveRight

 

(Para o marinheiroJimmy & todos navegantes e marinheiros)

 

publicado por marinheirojimmy às 19:35
link do post | comentar | favorito (1)
Quinta-feira, 13 de Outubro de 2011

Com vista para o mar

 

 

 

Com vista para o mar

Foi minha despedida

Meus olhos molhados

Neles tu navegavas

Entre o pensamento

 E a solidão

Perdido na imensidão

Do oceano percorrido

Navegava eu com sentido

Dos meus sentimentos

Enfadados na tristeza

Do amor

Sim ai estava o enredo

Da solidão

Do mar percorrido

Deixava de ser colorido

Sem sabor e sem colorido

Ao sabor do vento

E do pensamento

Navegava solitariamente

Mas porque me tinha despedido

Na minha partida

Quando ao teu lado podia estar

Porque fugia

Em vez de te amar

E em voz alta gritar

Não quero partir

Mas sim, ao teu lado estar

Porque o meu amor

É grande e quero continuar

Amar...

 

 

publicado por marinheirojimmy às 23:23
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 14 de Julho de 2011

Acorrentado

Acorrentado estou.

Como se de uma ancora se trata-se

De baixo de pressão

Tento não deixar fugir a vida pelas mãos

Move-me mas não ando

Mexo-me mas não me liberto

Nunca esteve ocupado para nascer

Jamais estarei escondido para morrer

Sofro e não ajudo

Batalho mas não consigo libertar-me

Que correntes pesadas,

Deste meu viver

Queria mais poder

Para te socorrer

Sinto por ti

Sinto por mim

Este fardo de correntes

No meu corpo acorrentado

Acorrentado!

Estou a vida

A ti

Ao amor

E aos meus sonhos

E aos meus pesadelos

Com estás correntes

Estarei acorrentado…

 

Autor-Jimmy o Pescador

 

publicado por marinheirojimmy às 13:34
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sábado, 9 de Julho de 2011

Farol das Emoções

FAROL das Emoções

Farol representa

Partida

Ficando o momento

Entre o vermelho e o verde

 Lado direito será saudade

Esquerdo representa dentro

Este farol saudoso

Do meu interno coração

Quando saio do porto

Arrebenta meu coração

Mas que partida

Sentida

Não sei por quanto tempo

Estarei,

Sei que por lá ficarei

Vou para águas longínquas

Sim com sofrimento

Não queria ser quem sou

Mas sou com sofrimento

Só o farol sabe

Deste meu tormento

Não há saídas felizes

Mesmo quando por pouco parto 

Há entradas alegres

Quando venho de muito tempo

Saudade do meu farol

Que já não via faz tempo

Do amor já lhe sinto o sabor

 Meu sonhador …

 

AUTOR-Jimmy o Marinheiro

 

publicado por marinheirojimmy às 16:11
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 27 de Junho de 2011

The Line

The  line

She looks out her window

The stars don’t feel that far away

Watches the wind blow

Blowing all her problems away

 

But then she`ll ask

As she cleans up the glass

 

Is this the line? Is this the line?

Is this the line between heaven and hell?

Is this the line where I get up and walk out?

Is this the line where you get drunk and you yell?

 

She puts on her make up

Treading lightly on floor

Hopes he won`t wake up

As she make her way towards the door

 

But then she`ll say . As she waves him away

Is this the line ? is this the line

Is this the line between heaven and hell?

Is this line where I get up walk out?

Is this the line where you get drunk and you Yell?

She say I`ll live my life like a diamond

Bright and hard like a diamond`

 

 

 

tags:
publicado por marinheirojimmy às 16:49
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 20 de Junho de 2011

No Meu Navegar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No Meu Navegar

 

Comigo te tenho

Meu pensamento

Navega em teu redor

Nada é mais feliz

Do que não sentir a dor

Sou assim antes de te conhecer

E assim serei até desaparecer

Encontrei o meu caminho

No meu navegar!

Até de novo te encontrar

Agora que perdido me encontro

Anseio por ao porto arribar…

 

Just me before we met

 

Looking through the photos you find in my drawer

Laughing so hard you`re rolling around on the floor

At all the bad hair cuts and me smoking cigarettes a lustless romantic trying hard to impress

 

Putting down the photos you look up at me

Enjoying the thought of the person

That I used to be

The things I was proud of, the things I regret

Some things I remember, some things I forget

But that`s just me before we met.

 

I have always had a wild imagination

And a see through heart

Which I know can be a wild combination

Like a flame forms from a spark

But don`t be shy be brave little champion

Better to live than to hide

 

Don`t be shy be brave little champion

That`s just me before we Met.

 

Noah &the Whale

 

Somente para ti !!!

 

Jimmy o marinheiro

publicado por marinheirojimmy às 21:02
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 21 de Maio de 2011

Mar

O Mar!
Que posso eu sonhar
Quando contigo não estou
Não sei sonhar
Sou um sonhador nato
Sonho por tudo e nada
Sou assim mesmo
Neste meu mar
Nos tempos de temporais
Me fazem sonhar
Pela calma
Na calma
Sonho pelo amor
Com o amor
Sonho pela felicidade
Com felicidade
Sonho pela vida
Com vida sonho
Com o meu mar…

autor-Jimmy o Marinheiro

 

Este poste é dedicado as minhas amigas da

Blogosfera,desejando-lhes um fim de semana muito feliz com um doce beijinho

deste vosso Marinheiro...

publicado por marinheirojimmy às 11:32
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sexta-feira, 8 de Abril de 2011

Regresso

Regresso

Assim volto ao meu porto

Com toda saudade

Não imaginas meu coração

Nesta onda de felicidade

Volto e voltarei

Não quero que descubras

Por onde naveguei

Para que sofras aquilo que passei

Quero sim que vejas

Minha alegria,

Porque voltei

E voltarei sempre

Lutarei contra

Os monstros e

E as sereias Falsas

Não me deterão

Para ao teu encontro vir,

Combati tempestades

Entre onda de mistério

O rumo descobriu

Nos mistérios dos oceanos

Tu mostras-te que os sete mares

Sabem guardar segredos

Onde sereias encantam

E me escondia

Entre rumos falsos

E verdadeiros

Esses rumos da felicidade

Onde eu adoro sentir

E sinto grande felicidade

Por teu coração ouvir

Tuas palavras contemplar

Que faz alegria pairar

Na onda de alegria rumar…

 

Autor-Jimmy oMarinheiro

 

 

Para ti eu escrevi. com um doce beijinho.

feliz fim de semana.

 

Jimmy o Marinheiro

publicado por marinheirojimmy às 10:24
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Segunda-feira, 28 de Março de 2011

senti...!

Senti…!

Quando neste meu navegar

Com uma barca me cruzei

E a mensagem mandei

Que perdido me encontro

Neste belo mar

Tento encontrar o rumo certo

Para te ajudar

Senti a flor de toda sua beleza

De uma princesa real  

De pensamento desfeito

De olhos vivos tristes

 Desta vida amargurada

De sonhos desfeitos

Que temem a nova aurora de amanha

Depois de enfrentar longas tempestades

Sem forças para encontrar seu próprio rumo

Sentindo-se desmotivada nesta sua viagem

De lutar contra corrente

Desta cruel vida

Serei o teu marinheiro

Companheiro amigo neste nosso navegar

Tentarei te levar a bom porto

Num doce atracar

E te conhecer e abraçar

Para uma vida amigos ficar…

 

A ti minha doce e querida amiga...!

 

Autor-Jimmy o Marinheiro

publicado por marinheirojimmy às 23:22
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 19 de Agosto de 2010

Mar Meu

 

Mar -Meu

Mar interno meu ser

Tudo que tenho foi dado por ti

Com tua grandeza me fizeste Homem

E um grande lutador

Enfrentando tuas ondas e correntes

Fizeste-me Doutor, Arquitecto,

Engenheiro e senhor

Dono de letras com teu sabor

Na amargura das tuas tempestades

Me fizeste sonhador

Pela luta da vida

Estou feliz ao teu lado

Porque sempre me deste guarida

Contigo tenho sonhos inacabados

Mas muitos realizados

Por ti em bons portos entrei

Nas tuas onde o amor deliciei

E com elas sonharei

Ó mar fiel companheiro

Quero que me indiques

Caminho verdadeiro

Porque não quero ser herói

Mas sim um simples marinheiro

Honesto e verdadeiro

Dessas águas derradeiras

Que fez o meu sonho

Se tornar verdadeiro…

Autor-Jimmy Marinheiro

publicado por marinheirojimmy às 11:10
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Segunda-feira, 1 de Fevereiro de 2010

Nau da Esperança

Nau da Esperança

 

De longe venho

Por países distantes naveguei

Tenho tudo gravado

Por onde passei

Passei tudo a pente fino

Aquilo que semeei 

Tentei dar amor

Que nunca encontrei

Apaixonei-me por uma donzela

Acho que errei

Foi donzela errada

Aquela que conquistei

Fez-me passar

O cabo das tormentas

Quase naufraguei

Minha nau era forte

E contra corrente lutou

Amansou a tempestade

Aquela que se gerou

Mudou de rumos

Em outro oceano navegou

Navegava triste e melancólica

Sem forças para viagem

Não deslumbrava nada

Daquilo que o mar transformava

Foi uma experiencia

Que não contou para nada

Era igual a sabedoria catapultada

São amores que ficam no cais

Esperando por nova arribada

Vai viver de promessas

Das mesmas que não servem de nada

Quero uma nau alegre

Com um porão

Cheio de esperança

Quero dobrar novamente

O cabo de boa esperança…

Jimmy Marinheiro     

 

 

sinto-me: contador de historias
música: do mar
publicado por marinheirojimmy às 18:46
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 23 de Janeiro de 2010

Mar

MAR

Ó mar meu sonho de embalar

Em ti encontrei o meu navegar

Para dizer o sinto, na verdade

Porque só assim sinto liberdade

Sem vitória de vaidade

Isolado não me sinto

Para como amigo

Te dizer o que sinto

Nas minhas veias de navegador

No respeito do carinho

Nesta amizade sim senhor

Eu assim navego conforme posso

E como me deixam

Mas sempre te vou respeitar

Levo todos apetrechos

Para não me perder

Mais sim tentar ver o caminho

Com coração, não querendo dizer

Que navego e que tinha razão

Entre ti e mim

Tem de haver compreensão

Só assim não há desilusão

E haverá o que sempre houve

Amizade carinho e união

Verdade dói! Porque será?

Onde está o sentimento

Porquê tanto ressentimento

Por ser marinheiro,

Não sou dono mundo

Nem tenho dinheiro

Compro no merceeiro

Tem de ser tudo por inteiro

Nem sempre sou aquilo

Que queriam que fosse

Podia ser doutor, engenheiro

Carpinteiro, poeta, ou varredor

Dou graças a deus por ser marinheiro

Com grande coração

Ouvir meus amigos com devoção…

 

Jimmy marinheiro

 

sinto-me:
música: Dulce pontes
publicado por marinheirojimmy às 16:59
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

.mais sobre mim

.Arte de Marinheiro







.Maio 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Contador de visitas

page visitor counter
who is online counter blog counter

.posts recentes

. Despedida

. Com vista para o mar

. Acorrentado

. Farol das Emoções

. The Line

. No Meu Navegar

. Mar

. Regresso

. senti...!

. Mar Meu

.arquivos

. Maio 2018

. Abril 2018

. Outubro 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Janeiro 2017

. Outubro 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

.Contador